Hipnoterapia

 

 

Hipnose, segundo a atual definição pela Associação Americana de Psicologia, é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão.

É um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma séria de instruções preliminares e sugestões. O uso da hipnose com propósito terapêutico é conhecido como "hipnoterapia".

A hipnose clinica trabalha acessando o subconsciente da mente, por meio de um relaxamento induzido profundo. Desta forma, o subconsciente é acessado e fica receptivo a sugestões, aprendizados e ressignificações, capaz de gerar grandes alterações psicológicas e físicas.

Muitos problemas vivenciados são causados por eventos do passado, dos quais muitas vezes nem lembramos. Através da hipnose o hipnoterapeuta identifica esses eventos e ajuda o cliente a confrontá-los, para que o transtorno possa ser tratado com eficácia e o indivíduo recupere sua qualidade de vida. Normalmente, os resultados alcançados com a hipnoterapia são mais efetivos e rápidos que com outros métodos convencionais. Isso ocorre, porque a hipnose clínica alcança a mente subconsciente do indivíduo e trata o transtorno direto em sua origem.