Postulado Ético

by Rebeca Cesario
Hits: 122

User Rating: 0 / 5

Star InactiveStar InactiveStar InactiveStar InactiveStar Inactive
 

O Postulado Ético do Ativista Quântico foi elaborado por Amit Goswami e trás essa elevação de consciência e transformação de Eu e de Mundo. Os Dez Postulados Éticos do Ativista Quântico Não é antiético estarmos confusos. Mas é antiético ter a consciência de que estamos confusos e não buscar o esclarecimento.

 1.Explorarei os paradoxos quânticos até que eu alcance um claro entendimento ah-ha sobre as seguintes questões fundamentais:

• o materialismo científico é ilógico e falsificado por dados experimentais;

• a consciência é a base de todo o Ser;

• a causação descendente existe e consiste em escolher livremente uma experiência de realidade a partir das possibilidades quânticas;

• a causação descendente foi verifi cada experimentalmente por meio de sua assinatura única de não localidade, descontinuidade e hierarquia entrelaçada.

Tendo estabelecido com clareza que a consciência é a realidade primária, um ativista quântico deve entender perfeitamente que esta visão de mundo é inclusiva, precisa integrar tudo o que importa, ou seja, todas as dicotomias. A seguir, o 2º e o 3º postulados do ativista quântico.

2. Integrarei em meu pensamento as dualidades do transcendente e do imanente, do consciente e do inconsciente, e conseguirei estabelecer em minha vida o equilíbrio entre elas (por exemplo, praticando o do-be-do-be-do / fazer-ser–fazer–ser–fazer).      

3. Integrarei em meu pensamento as dualidades do interno e do externo, e conseguirei estabelecer em minha vida o equilíbrio entre elas.Tendo entendido que a consciência quântica não local é a origem causal da causação descendente, é imprescindível para o ativista quântico buscar acesso à consciência quântica.

4. Explorarei a não localidade quântica desenvolvendo relacionamentos comunitários; desta forma, construiremos uma comunidade de ativistas quânticos no planeta inteiro.

5. Explorarei a descontinuidade (saltos quânticos) engajando-me com criatividade (tanto fundamental e situacional quanto interna e externa).

6. Explorarei a hierarquia entrelaçada nos relacionamentos íntimos, mantendo meu chacra cardíaco aberto e considerando meu parceiro um legítimo “outro”, de forma a poder expandir este tipo de padrão de relacionamento respeitoso à comunidade mais ampla. Nossa capacidade de engajamento nas práticas para acessar a consciência quântica depende, essencialmente, de nossa posição dentro do espectro de desenvolvimento da consciência e de sua evolução. No que tange ao primeiro, precisamos entender a reencarnação; quanto ao segundo, temos de assimilar a evolução de nossa espécie.

7. Explorarei a teoria e os dados sobre reencarnação até atingir um entendimento ah-ha deste fenômeno. Realizarei práticas para adquirir clareza sobre minha agenda de aprendizado (dharma) para esta encarnação.

8. Explorarei a teoria e os dados sobre a evolução até que eu a entenda como evolução da consciência; focarei, sobretudo, na compreensão da origem evolutiva dos meus circuitos cerebrais negativos instintivos. Além do condicionamento ambiental, a principal fonte do “mal” em nossas vidas são nossos circuitos cerebrais de emoções negativas.

9. Desenvolverei circuitos cerebrais de emoções positivas para equilibrar minhas emoções negativas de uma maneira fácil e sem esforço. Farei isso associado a um grupo de pessoas que tenham o mesmo objetivo, de maneira que todos os seres humanos possam se beneficiar dos meus esforços.  Um aspecto de suma importância na integração transcendente-imanente e interno-externo é ganhar a vida de forma correta, desenvolvendo sistemas sociais que apoiem tal forma de sustento.

10. Explorarei meu crescimento espiritual não somente em minha vida pessoal, mas também na forma como eu me sustento. Explorarei um ou mais dos seguintes itens:

• economia espiritual (ou economia da consciência);

• negócios que contemplem a ecologia profunda;

• democracia a serviço da propagação da exploração de significado;

• ciência pós-materialista;

• pós-secularismo em religião e política;

• educação liberal criativa e com significado; 

• medicina integrativa.