Cristaloterapia

 O homem é um ser curioso por sua natureza, e sempre soube que as pedras retiradas do solo não são apenas bels, essas pedras, ou estes cristais emitiam uma “energia” muito especial e que ele poderia ser utilizado para diversos fins, incluindo o de ajudar os seres humanos a se sentirem mais equilibrados.

 

Esse contato com os cristais foi se aproximando e aos poucos as pessoas foram aprendendo como utilizar de maneira mais completa essa energia milenar. E assim surgiu a utilização dos cristais como ferramenta de cura, que atualmente é chamada de cristaloterapia. Algumas pessoas também a chamam de Gemoterapia, Litoterapia e Cristalterapia, todas têm a mesma premissa básica; os cristais como ferramenta de cura.

Os cristais agem em uníssono e formam um “sistema energético” responsável por equilibrar todo o nosso corpo. Segundo esse ponto de vista, todos os desequilíbrios que sentimos, sejam eles físicos, emocionais ou mentais, têm origem em um desequilíbrio nesse sistema energético que, por algum motivo, deixou de funcionar de maneira equilibrada.

Os cristais são estruturas físicas que têm um padrão molecular que se distribui de forma equidistante e simétrica, e isso lhes confere a propriedade de emanar um padrão de vibração perfeito.

Temos formas de utilizar os cristais, colocando-o sobre o corpo, próximo a ele, elaborando elixires compatíveis com o diagnosticado. Cabe lembrar que deve-se sempre ser avaliado por um terapeuta competente, pois existem pedras venenosas, no qual podem tornar o tratamento uma lástima.

Costumo dizer que, cristais são luzes na terra!